Vai construir um tanque para peixes? Evite os solos arenosos!

O tipo de solo do local onde serão construídos os viveiros de terra precisa ser considerado, antes da construção dos mesmos

Vai construir um tanque para peixes? Evite os solos arenosos!

Independente da espécie de peixe que se pretende cultivar, será necessário construir viveiros de terra, ou represas (para a colocação de tanques-rede), onde será feita a recria e a engorda dos animais.

Por isso, conhecer as características físicas e químicas do solo, no local onde se pretende implantar uma piscicultura, é algo indispensável para se obter sucesso com a atividade.

Os solos arenosos não são adequados para a construção dos viveiros, pois apresentam características indesejáveis à condução da piscicultura, ou seja:


a) São muito permeáveis, isto é, possuem baixa capacidade de retenção de água, permitindo que grande volume de água se movimente muito mais rapidamente no seu perfil, fazendo com que parte desse volume se perca por percolação para as camadas mais profundas do solo. Essa perda se agrava quando a presença de areia grossa no solo é bem maior que a fina.

Portanto, quanto mais arenoso for o solo, maiores serão as perdas de água por percolação, o que irá exigir maior vazão de água de abastecimento dos tanques ou da represa;

b) são pobres em macro e micronutrientes;

c) apresentam baixa capacidade de fixação dos nutrientes fornecidos nas adubações dos viveiros, principalmente de fósforo;

d) possuem elevada taxa de decomposição da matéria orgânica;

e) possuem alta taxa de lixiviação de nitratos;

f) apresentam ressecamento rápido; e

g) tendem a apresentar baixa concentração de nitrogênio, o que dificulta a fertilização dos viveiros, pois como não encontram nitrogênio suficiente no solo, as bactérias retiram o nitrogênio disponível da água, reduzindo sua concentração, o que dificulta o desenvolvimento das microalgas.

 

Gostou da matéria? Quer saber mais sobre o Curso CPT? Assista ao vídeo abaixo:


 

Conheça os Cursos CPT da Área Piscicultura

Por Daniela Guimarães.

 

Daniela Aparecida Guimarães Lopes 05-07-2023

Deixe um Comentário

Comentários

Não há comentários para esta matéria.