Piscicultor: como garantir a adaptação ideal de alevinos na aquicultura?

Como preparar os alevinos para crescimento saudável na piscicultura


Antes de colocar os alevinos no berçário, é obrigatório aclimatar o sistema. Este deve funcionar por, pelo menos, oito semanas sem peixes, permitindo que a colônia de bactérias do filtro biológico se desenvolva até níveis ótimos. Essas bactérias são essenciais para o tratamento da água, tornando-a ideal para os peixes.


Inicialmente, observe cuidadosamente os níveis de amônia e nitrito. Se o filtro estiver devidamente aclimatado, os níveis permanecerão baixos quando a alimentação começar, explicam Elziane Sandrim, Dr. Manuel Braz, Guido Salardani e Dr.ª Larissa Câmara, professores do Curso CPT Produção de Alevinos.


Normalmente, os alevinos são adquiridos de empresas especializadas devido à complexidade e ao custo da produção de alevinos. Eles chegam com aproximadamente 2,5 cm de tamanho, em sacos de água contendo dois terços de oxigênio puro.


Aclimatação dos Peixes.

Para evitar problemas ou até a morte dos juvenis ou alevinos, é necessário aclimatar os peixes antes de colocá-los no tanque de criação. Siga rigorosamente os passos abaixo:

1. Equilíbrio térmico: coloque os sacos com os alevinos flutuando na água do tanque por cerca de 30 minutos para que as temperaturas se equilibrem, evitando choque térmico.


2. Mistura de águas: abra os sacos e adicione pequenas quantidades da água do tanque ao saco por aproximadamente cinco minutos. Isso permite que os peixes se acostumem lentamente às condições químicas diferentes, especialmente pH e dureza.


3. Liberação no tanque: após a aclimatação, libere os peixes no tanque. Eles devem se sentir à vontade rapidamente e começar a se alimentar dentro de 24 horas.


A seleção e classificação dos peixes são realizadas para separar os peixes de diferentes tamanhos e redistribuí-los em outros tanques para fases de crescimento distintas, um processo conhecido como repicagem. Uma repicagem bem feita pode reduzir custos com ração, promovendo uniformidade nos lotes e melhor aproveitamento da alimentação.


A separação pode ser feita com máquinas selecionadoras ou redes de diferentes tramas para separar cada tamanho de peixe. Primeiramente, usa-se uma rede de maior trama para separar os peixes maiores. Em seguida, utiliza-se uma rede de trama mais estreita para selecionar os peixes menores. Após a repicagem, os peixes são devolvidos aos tanques de engorda junto com a água salgada usada para o banho.

Piscicultor: como garantir a adaptação ideal de alevinos na aquicultura?

Em conclusão, o sucesso na criação de alevinos requer um cuidadoso processo de aclimatação e manejo desde o início. A garantia de que o sistema de filtragem biológica esteja bem estabelecido e a correta aclimatação dos peixes são fundamentais para assegurar um ambiente saudável e propício ao crescimento dos juvenis. Além disso, a prática de repicagem adequada contribui significativamente para o manejo eficiente dos estoques, promovendo uniformidade e maximizando a eficiência alimentar. Seguindo esses princípios, é possível não apenas garantir o bem-estar dos peixes, mas também otimizar a produção e reduzir custos operacionais ao longo do ciclo de crescimento.


A capacitação é a chave para dominar todas as técnicas e segredos na produção de peixes. Aproveite a oportunidade única oferecida pelo Curso CPT Produção de Alevinos. Não deixe essa chance escapar! Invista em conhecimento, conquiste reconhecimento no mercado e desenvolva um negócio promissor e altamente lucrativo!

Conheça os Cursos CPT da Área Piscicultura.

Por: Thiago de Faria

Thiago de Faria Ribeiro 22-06-2024

Deixe um Comentário

Comentários

Não há comentários para esta matéria.