Conhecendo o Tambacu: características e cuidados

O Tambacu é um peixe híbrido resultante do cruzamento entre o Tambaqui e o Pacu

Conhecendo o Tambacu: características e cuidados

Descubra um mundo de oportunidades com uma das espécies de peixes mais lucrativas: o Tambacu. Originado do cruzamento entre o Tambaqui e o Pacu, o Tambacu com o seu potencial de crescimento acelerado, resistência a condições desafiadoras e paladar excepcional têm impulsionado os mercados aquicultores.


Conheça, agora, os segredos e cuidados envolvidos na criação deste peixe, uma oportunidade única que pode transformar seu investimento em lucros substanciais.


Adaptação e Comportamento:

- São resistentes a baixos níveis de oxigênio dissolvido na água.
- Alcançam a maturidade sexual em torno do quarto ano, atingindo cerca de 55 cm de comprimento.
- Não se reproduzem naturalmente em viveiros.
- Demonstram boa adaptação ao cativeiro, exibindo rusticidade e grande ganho de peso.
- Apresentam alta taxa de reprodução e sua carne é reconhecida por seu sabor e textura.


Sensibilidade às Condições Ambientais:

- Possuem pouca resistência a temperaturas frias e mudanças abruptas de temperatura.
- A temperatura ideal para seu crescimento situa-se entre 25°C e 30°C. Abaixo de 22°C, seu desenvolvimento é lento, e abaixo de 16°C, podem não sobreviver.


Alimentação e Cultivo:

- São onívoros, alimentando-se de frutas, sementes, partes de plantas aquáticas, zooplânctons, moluscos, crustáceos e larvas de insetos.
- Aceitam bem ração peletizada e requerem 35% de proteína bruta em cultivos intensivos.


Informações Adicionais:

- Origem: Originários da Bacia Amazônica/Brasil.
- Finalidade: Produção de carne.
- Principais Regiões de Produção: Norte do Brasil.
- Peso Ideal para Abate: Podem atingir até dois quilos em um ano, mas o peso médio fica em torno de um quilo.
- Potencial de Consórcio: São indicados para policultivos, podendo ser criados em conjunto com outras espécies.

Cuidados Importantes:

Para garantir o sucesso no cultivo de Tambacu, é fundamental manter a temperatura adequada e oferecer uma dieta balanceada. Esteja atento às condições de temperatura e forneça a nutrição adequada para promover um crescimento saudável e uma colheita de qualidade.


Fonte: Giovanni Resende de Oliveira, professor do Curso CPT Nutrição e Alimentação de Peixes.

Silvana Teixeira 02-08-2023

Deixe um Comentário

Comentários

Não há comentários para esta matéria.